Entrevista com Charli XCX falando sobre sua participação em Just Dance 2015

0
898
Charli XCX e seu personagem em Just Dance 2015

O site Popsugar.com entrevistou a cantora Charli XCX para falar um pouco sobre sua carreira e sobre a participação de sua música em Just Dance 2015. Traduzimos a entrevista para os fãs de Just Dance e Charli XCX ficarem por dentro dessa relação.

Uma das melhores músicas de 2014 foi “Boom Clap” de Charli XCX. Quando a Ubisoft se aproximou de Charli para incluir o hit – que foi destaque na trilha sonora do filme “A Culpa é das Estrelas” – em Just Dance 2015, ela fez uma solicitação única: fazer parte do processo criativo. Nós recentemente sentamos com Charli, onde ela falou sobre sua participação no jogo, suas origens humildes no Myspace, a origem enraizada tecnologia de seu nome, e muito mais.

PopSugar: Sabemos que você está animado para falar sobre Just Dance. Você pode falar sobre o processo de colaboração e como foi interagir com os desenvolvedores do jogo?

Charli XCX: Foi um processo muito divertido trabalhar com Just Dance 2015. Eles me contactaram, e nós falamos sobre “I Love It” (música de Icona Pop) estava no jogo atual (2015) e sobre a criação de um avatar para “Boom Clap”, que é uma música que vai estar disponível para download para o jogo em janeiro (nota do tradutor: a DLC já foi lançada). Eu estava realmente empolgada com a criaça com eles, o que foi legal para mim porque eu nunca tinha feito nada parecido antes.

Um dos meus jogos favoritos que eu joguei quando eu era mais jovem foi um ogo Barbie onde ela praticava snowboard, e você tinha que vestir a Barbie com seu equipamento de snowboard, e que foi muito divertido para mim. Projetar o avatar do jogo foi muito legal porque eu tive que pegar todas as roupas para a dançarina. Fiz com que se parecess comigo, tanto quanto possível, além de que ela tem o cabelo verde, que é uma espécie de sonho meu.

PS: Você joga muito Just Dance? 

CXCX: Nós estávamos jogando muito isso em nosso ônibus de turnê, o que é meio difícil porque não há espaço suficiente, mas acabava sendo mais hilário porque nós todos nos batíamos na cara uns dos outros o tempo todo, por causa da falta de espaço. Foi engraçado quando estávamos em Dallas, estávamos jogando e nós não percebemos que tínhamos as janelas e todas as cortinas abertas em nosso ônibus de turnê, e a fila para o show estava perto do nosso ônibus. Então todos estavam nos observando jogar e se passou meia hora até que percebessemos. Estávamos tão concentrados no jogo. Nós jogamos um monte durante a turnê; é um jogo “para festas” muito legal.

PS: Você tem alguma dica ou truques?

CXCX: Bem, eu sou, tipo, uma trapaceira quando eu faço qualquer coisa assim. Assim, as minhas dicas são sempre apenas para empurrar a outra pessoa ou algo parecido.

PS: Neste momento, há a junção entre tecnologia e música, especialmente com a música digital, mas também em outras áreas como esta (jogos). O que você acha sobre a relação entre tecnologia e mundo da música, como isso se desenvolveu, e para onde está indo?

CXCX: Bem, eu sinto como, obviamente, com o declínio das vendas de discos físicos e das pessoas que realmente compram música, a relação a relação entre artistas e jogos de vídeo – ou música e tecnologia como um todo – é realmente crucial. É uma outra maneira para que os artistas tenham suas músicas divulgadas e conhecidas, e uma maneira de entrar na vida dos fãs. Ou talvez até mesmo quem não é fã, talvez apenas pessoas que nunca ouviram falar do artista antes. É importante, e uma forma legal de colocar música na vida das pessoas.

PS: Como você diria que a tecnologia  te ajudou chegar onde você está hoje?

CXCX: Bem, em termos da forma como eu comecei, eu definitivamente acredito que nasci como uma artista da Internet. Meu sucesso inicial veio da minha página no Myspace, e se desenvolveu a partir daí. Meu sucesso inicial começou pela minha página do Myspace e se desenvolveu daí. Ser encontrada no Myspace por promotores e ter construído uma base de fãs por lá, que depois foi transferido para Twitter e Facebook e Tumblr. Nesse sentido, mídias sociais e tecnologias online têm sido coisas realmente importantes para mim. E não somente para mim, eu acho que todo artista que é relevante no momento é realmente dependente das mídias sociais.

 

A entrevista continuou com outros assuntos não relacionados a Jogos, Just Dance ou Tecnologia. Quem quiser acessar a entrevista original, siga o link: http://www.popsugar.com/tech/Charli-XCX-Just-Dance-2015-Interview-36220724

COMPARTILHE!
ED
28 anos. Engenheiro. Esperava ficar sozinho em casa para dançar Just Dance 3 em um Wii emprestado por um amigo. Fã de música eletrônica e Justin Timberlake. Guitarrista amador. Jogador de Xadrez. PS3. Nunca enjoa de dançar #thatPOWER (Extreme). Já fez 13333 em Limbo no Wii.